Fim de ano, verdades à tona!

26.11.14


É final de novembro e as coisas começam a caminhar para o fim. Fim esse que pode aparecer de diversas formas, como fim de ano, provas finais e finalizações de projetos. Alguns fins são bons, dão alívio e deixam a gente mais leve; outros nos deixam pensativos, melancólicos e tristes. Uns temporários, outros definitivos. Como um estudante do ensino médio que está no segundo ano e irá voltar a escola ano que vem; e um outro estudante também do ensino médio, mas que está no terceiro ano e irá se despedir daquele ambiente definitivamente.

Assim, é o final do ano... quando todos já estão exaustos de seus afazeres e de seus compromissos por mais prazerosos possam ter chegado a ser, é nesse momento que as coisas começam a caminhar para o fim. Uns com mais paciências para concluir o que há de ser feito do que outros. Uns que insistem em não enxergar o que há na frente de seu nariz e assim também se inicia um novo ano. 

Heart Breaken

Novas metas começam a surgir e novas ideias para se realizar as que já estão ai para serem cumpridas. E é justamente nesse momento em que você se pega lendo aquelas mensagens de fim de ano dos seus amigos e as que você postou também. Já pensando em quem daquela lista continua tão ativo na sua vida quanto no ano anterior, no que mudou e no que aconteceu para mudar. Em quem você conheceu nesse ano e se essas pessoas também estarão na sua lista e você nas delas. 

Nesse momento, durante a clássica correria e confusão de fim de ano é que as reflexões mais profundas acontecem e que apesar de ser bem contraditório com o cenário em que acontecem são o tornam tudo mais claro. Como esse texto, que surgiu sobre uma reflexão das coisas que ocorreram essa semana comigo e que foram consequências do que aconteceu durante o ano. Nessas horas, a verdade vem a tona jogando pura, simples e claramente tudo aquilo que você não percebeu durante o ano todo. 

Você pode gostar também

4 comentários

  1. Lindo texto, Mayara. Realmente o final de ano é um momento de pura reflexão e encerramento de ciclos.

    Ao ler seu texto, me transferia à época do colégio, e me lembrei dos diários e cartinhas que escrevia melancolicamente sobre quanto medo eu tinha das coisas mudarem, dos meus amigos sumirem ao ir para outra turma, de eu deixar de ser eu mesma após o término da escola...

    Bom... O que eu posso dizer, é que eu permaneço aqui. Firme e forte, com 10 anos adicionais nas costas, mas ainda com muitos sonhos, e mantendo no coração ainda, todos aqueles que de uma forma ou de outra me marcaram.

    O crescimento e final de ciclos é necessário para que a vida aconteça. Para que conheçamos novos lugares, para que tenhamos novas experiências... Para que a gente se descubra e descubra novos eus...

    O final do ano, assim como tudo na vida,, pode ter a aparência que você desejar: Pode ser assustadora, ou uma fonte de inesgotáveis de desafios e possibilidades!

    Te desejo um final de ano lindo e cheio de boas reflexões e conquistas!
    Muito sucesso com o Blog!

    Beijos!
    http://www.jeguesblog.com.br
    http://www.tirasdajeh.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Jéssica, fico feliz de saber que meu texto teve um impacto em você. =D

      Excluir
  2. Amei o texto Maya!! Tão lindo ver vc tão novinha e com tanta coisa boa a dizer!!
    Mil beijos e bom fim de semana!!

    ResponderExcluir